A UE está agora propondo um imposto aduaneiro sobre o carbono. O que é e como funcionará?

Uma nova tentativa de enfrentar as mudanças climáticas foi feita pela União Europeia: as tarifas de carbono sobre as importações de bens provenientes de países que não adotaram medidas agressivas semelhantes para reduzir as emissões de gases de efeito estufa.


Impostos aduaneiros de carbono não são novos, na verdade essas medidas estão sendo debatidas há anos e as intenções são resolver um problema básico. Se um país impõe políticas de corte de emissões internamente, corre o risco de que, por exemplo, alguns produtos "altamente intensivos de carbono", como siderúrgicas e cimenteiras, certamente enfrentem custos mais elevados e, portanto, sejam menos competitivos em relação aos concorrentes estrangeiros de países com regras ambientais mais flexíveis. E, como resultado inevitável disso, a produção de aço e cimento será transferida para o exterior e colocará os esforços de emissão de gases em risco.


Em teoria, um imposto de carbono poderia ajudar a prevenir essa situação. Se fábricas em todo o mundo querem vender seus produtos (aço, cimento, alumínio, fertilizantes, etc.) para a UE. necessitam pagar uma sobretaxa pela poluição que emitem, porém por outro lado eles teriam incentivos para "limpar" os seus processos. As empresas na Europa teriam menos incentivos para transferir suas operações para o exterior e, se outros países adotassem regras semelhantes, isso poderia colocar pressão sobre as nações que relutam em restringir o uso de combustíveis fósseis.


Obviamente, existem pressões contra esta proposta, provenientes principalmente de países como a China e a Rússia, notórios e importantes parceiros comerciais da Comunidade Europeia.


Esses "ventos de mudança" também estão varrendo os Estados Unidos, com propostas semelhantes sendo apresentadas e debatidas no parlamento norte-americano.


Os efeitos práticos dessa proposta ainda são incertos para promover a cooperação global para redução de emissões, porém com uma proposta formal, robusta e detalhada como a apresentada, as discussões daqui em diante certamente serão levadas mais a sério.


Credit: Getty images

0 visualização0 comentário